Cláudia Milão é a nova Secretária de Agricultura e Desenvolvimento Rural

Cláudia Márcia Souza Milão Cardoso assumiu como a nova Secretária de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Tanguá. A solenidade aconteceu no gabinete do prefeito da cidade, Valber Marcelo, durante uma reunião com a presença de todos os secretários municipais.

Prioridades da gestão

Em seu primeiro discurso como Secretária de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Cláudia Milão colocou a satisfação de integrar o governo municipal de Tanguá, enfatizou a importância da agricultura para o país, e falou sobre a necessidade de políticas públicas estáveis, do fortalecimento das culturas existentes e a busca de novas tendências de produção agrícola, que desenvolva frutas e hortaliças, além de previsibilidade nos parâmetros econômicos, para o pleno desenvolvimento do setor.

Cláudia colocou a sustentabilidade e a criação de uma unidade demonstrativa de culturas frutíferas, além de reativar o horto municipal como prioridades em sua gestão, com a missão de atuar junto ao governo municipal na proposição de medidas de enfrentamento da crise, como o fortalecimento da agricultura familiar, a melhoria da infraestrutura no meio rural, através de maquinários, implementos e acessibilidade, por exemplo. “Esse setor responde hoje por um percentual expressivo em extensão territorial e econômico de Tanguá, e nós iremos atuar para que este setor não venha definhar com a crise”, disse a Secretária.

Além disso, a questão da produção agrícola e os meios usados estará entre os destaques. “A Secretaria vai investir de uma forma mais acentuada na vertente de práticas saudáveis como a diminuição do uso de agrotóxicos para combater pragas. Nós estamos conversando e priorizando a parceria com instituições técnicas como a EMATER para a aplicação de outras técnicas que combatem fungos e pragas com o uso de meios eficazes e naturais como a aplicação do leite por exemplo, já indicado pela EMBRAPA como sendo uma técnica eficaz e sem efeitos colaterais para a saúde. Uma agricultura saudável significa menos pessoas nos hospitais. Nós vamos criar mecanismos mais eficazes para que os nossos produtos, cheguem com mais facilidade nos centros de compras e feiras. Então, sobre a vertente alimentação e segurança alimentar haverá uma concentração de esforços aqui da Secretaria”, afirmou.

“Destaco que a Secretaria deve solidificar a cooperação através dos valores que incluem a participação democrática, a harmonia entre o poder público e agricultores, a independência e a autonomia”, afirmou a Secretária.

A Secretária fez questão de dizer – “Somente quem se dispõe a sujar as mãos de terra, poderá saber o quanto é gratificante se alimentar do fruto do próprio trabalho”, completou.

Por: Comunicação PMT

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*